Galeria Virgílio recebe a exposição ‘Conversas com a paisagem’,
do artista visual Rafael Pagatini. Lançamento: 05 de Novembro às 19:30h

Exposição traz gravuras e fotografias realizadas ao longo de extensas viagens rodoviárias pelas cinco regiões do Brasil



“... Vagamos à procura de novas paisagens com o único intuito de nos redescobrirmos. Essa busca se inicia no momento em que giro a maçaneta da porta e saio do meu habitar, descobrindo não apenas relevos, climas e vegetações, mas também histórias e conversas com a paisagem.”

Rafael Pagatini

Viajar é sonhar, é a realização de um sonho. É nestas bases que Rafael Pagatini convida o expectador a uma viagem em que não é preciso ‘pensar aonde ir’ ou ‘como ir’ antes de por os pés na estrada. Numa ode ao conhecimento, que passa pela experiência em novos ares, novas culturas e modos de pensar, Pagatini prova que viajar é deixar-se fluir para longe do cotidiano, das cobranças e da constante preocupação. Pensando nisso, a exposição ‘Conversas com a paisagem’, da Galeria Virgílio, é uma viagem em si para longe.

A exposição consiste em trabalhos que se utilizam, principalmente, do suporte de fotografias e gravuras registradas ao longo da extensa pesquisa sobre a paisagem brasileira em suas cinco regiões. Neste percurso o artista coletou histórias que lhe eram narradas pelos passageiros e fotografou as mais díspares paisagens e ambientes de diversas cidades. O conjunto das obras, contudo, é uma síntese entre o estado de transitar, a observação e a criação artística, que toma corpo pelas peculiaridades de cada região, seu relevo, estradas e ambiente sociocultural.

‘Conversas com a paisagem’ é uma forma de incitar um espaço de reflexão sobre a viagem e a relação com a paisagem. Muito mais do que isso, a exposição é um convite ao diálogo entre expectadores e nosso país.



“...A arte mostra suas potencialidades quando consegue produzir não apenas obras materiais, mas também experiências que produzam tempo, que criem um diálogo com seu contexto social e político, e consigam transformar momentos finitos em possibilidades infinitas.”

Rafael Pagatini

Vale destacar que foi lançado livro homônimo à exposição, enriquecido pelo registro de diversas conversas e entrevistas do autor com passageiros, além de fotografias e registros de Pagatini sobre o Brasil que ele conheceu.

As descobertas e percepções relacionadas à arte estão expostas na Galeria Virgílio, permitindo que o observador crie suas próprias relações ao longo das obras expostas, tal qual um viajante percorrendo as mais diversas paisagens e conhecendo inúmeras pessoas. O deslocamento se estabelece como núcleo conceitual, materializando-se através da consciência das vivências e das histórias colhidas no decorrer dos encontros.

Serão apresentadas quatro fotografias em caixas de backlight de 150x 100 cm (cada), quatro fotografias emolduradas impressas em papel fotográfico de 150 x 100 cm (cada) e oito xilogravuras sendo três de 90 x 60 cm e cinco de 35 x 25 cm. O livro ‘Conversas com a paisagem’ também estará disponibilizado durante a exposição.

“... Viajar, transitar, percorrer, transladar, caminhar, deslocar, seguir, passar, perceber, refletir, analisar, conhecer, conversar. Cada uma dessas palavras manifesta o desejo de encontrar um território a que pertenço, mas o qual, simultaneamente, sinto não ser o meu. Assim, matas e rochas se tornam um convite ao diálogo, à troca entre o eu, os habitantes desses lugares e o meio natural. .”

Rafael Pagatini

SOBRE O ARTISTA:
RAFAEL PAGATINI
nasceu em 1985 na cidade de Caxias do Sul – RS. Artista Plástico e Professor da Universidade Federal do Espírito Santo, realizou sua formação na UFRGS no bacharelado em artes visuais e no mestrado em poéticas visuais. Sua produção contempla principalmente pesquisas utilizando as linguagens da gravura e fotografia articulando relações com as ideias de deslocamentos, fixação, apagamentos, perda e memória. Recebeu prêmios nacionais como a Bolsa Funarte de Estímulo a Produção em Artes Visuais. FUNARTE-RJ, Bolsa Iberê Camargo - Ateliê de Gravura, Porto Alegre – RS, Prêmio Energisa Artes Visuais, João Pessoa-PB, V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas, Porto Alegre -RS e Prêmio Ibema Gravura, Curitiba-PR. Participou de exposições individuais e coletivas em diversas regiões do Brasil e no exterior entre as quais se destacam: 2013 - Time and memory: Brazilian contemporary engraving, Tirana, Albania. Convite à Viagem: Rumos Artes Visuais Paço das Artes, Rio de Janeiro – RJ. 2012 - Ana Muglia e Rafael Pagatini, curadoria de Agnaldo Farias, Escritório de Arte Gaby Indio da Costa, Rio de Janeiro -RJ. Prêmio EDP nas Artes. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo – SP. Convite à Viagem: Rumos Artes Visuais. Itaú Cultural, São Paulo –SP. Galeria Virgilio 10 Anos, Galeria VirgIlio, São Paulo – SP. Hong Kong Graphic Art Fiesta 2011, Hong Kong. Possui obras em coleções públicas e particulares como Itaú Cultural, coleção João Carlos de Figueiredo Ferraz, MAC-RS e MARGS.


SOBRE A GALERIA
A Galeria Virgílio, fundada em 2002 por Izabel Pinheiro, se apresenta no mercado de arte direcionada à produção de artistas jovens contemporâneos e artistas surgidos principalmente a partir dos anos 80, que consolidaram presença no cenário da arte brasileira.
O Calendário da galeria contempla a produção de arte que marco, no Brasil, p perfil da contemporaneidade e define parâmetros para a nova geração.
A Galeria Virgílio pretende, assim, fornecer elementos para formação de critérios que possam orientar o mercado de um ponto de vista da cultura e da produção de valores, bem como a criação de parâmetros para a formação do mercado e de seus desdobramentos.
A galeria tem a finalidade de orientar a aquisição de obras e a formação de coleções, além de dar visibilidade ao artista, acompanhando o percurso e fornecendo suporte para integração de sua obra nos contextos institucional e de mercado, nacional e internacional.


SERVIÇO
Local: Galeria Virgílio
Data: 05 a 30 de novembro.
Lançamento: 05 de Novembro, às 19:30 horas
Endereço: Rua Dr. Virgilio de Carvalho Pinto, 426. São Paulo SP.
Visitação: de Segunda a Sexta, das 10 às 19 horas
Sábado das 10 às 17 horas.
Fone: (11) 3081.6986 – 3062.8237 - 2373.2999
Entrada franca e livre.

rua dr. virgilio de carvalho pinto 426 Pinheiros | 05415-020 | São Paulo SP | +55 (11) 2373.2999